publicidade
Início Brasil Em Paris, Dilma dispara contra Bolsonaro: ‘Tosco e misógino’

Em Paris, Dilma dispara contra Bolsonaro: ‘Tosco e misógino’

Foto: Divulgação

OPINIÃO

Em palestra na universidade Sorbonne, em Paris, a ex-presidente Dilma Rousseff tentou ‘justificar’ o impeachment jogando a culpa nas forças armadas, e na oposição.

Na noite da última terça-feira (17), a ex-presidente Dilma Roussef, discursou no evento “O Brasil ainda é o País do Futuro?”, onde tentou de todas as formas “justificar” o impeachment que sofreu, alegando que foi vítima de um “golpe” armado pela oposição e pelos militares brasileiros. Falácia esta que não condiz com os fatos. Dilma teve seu mandato interrompido pelo crime de responsabilidade fiscal. Em uma época em que os brasileiros sofriam com a má gestão da petista.

Durante o discurso, Dilma disse que Bolsonaro é descontrolado: “O problema é que Bolsonaro não tem chip de moderação”. e continuou, “Quando o neofascismo se junta com o neoliberalismo, é fundamental que o aspecto democrático seja ressaltado, porque é ele que cria a contradição. Porque eles [ela se refere aos apoiadores de Bolsonaro] passam a ter incômodo com o fato de ele ser tosco, com o fato de ele ser misógino.”

Conhecida por falar frases sem sentido, Dilma soltou mais uma de suas ‘pérolas’, confira:

“Ele (Bolsonaro) é NEO, porque ele não é nacionalista, ele bate continência para os Estados Unidos” – Dilma Rousseff

Muita das vezes, os discursos de Dilma são confundidos com shows de stand-up comedy, devido as asneiras sem sentido que a petista fala.

*Com informações da RFI

publicidade

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

×

Olá!

Fale agora mesmo com nosso atendimento.

× Como posso te ajudar?
Sair da versão mobile