Fiscalização em hospital: PL prevê suspensão de parlamentar que fizer imagens durante ato

De acordo com a proposta, fiscalização não poderá ser divulgada até a conclusão do processo administrativo

2
Fiscalização em hospitais

BRASIL – O Projeto de Lei 3327/20 prevê a suspensão do mandato do parlamentar que realizar imagens durante ato de fiscalização em hospital, até o fim da apuração do caso. Conforme o texto, nestas situações, os parlamentares deverão tratar todos com urbanidade e cordialidade.

A proposta é do deputado Alexandre Frota (PSDB-SP) e tramita na Câmara dos Deputados. Ele argumenta que falta bom senso a alguns parlamentares que visitam hospitais para fiscalizar suas condições de funcionamento.

“Entrar em enfermarias, consultórios e UTIs causa problemas para os profissionais da área e, principalmente, aos enfermos. Não há o menor cabimento em sacrificar ainda mais os profissionais de saúde, que devem parar com seus atendimentos para dar atenção àqueles que não têm consideração pelos pacientes e, em regra, estão ali para fazer da doença dos brasileiros palanque eleitoral”, afirma Frota.

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Confira a tramitação do Projeto sobre a Fiscalização em hospital:

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

LEIA TAMBÉM: Obra na BR-319 prova atenção de Bolsonaro com Amazonas, diz Wilson Lima

Comentários