Dr. Furlan é eleito prefeito de Macapá

Segundo turno foi realizado neste domingo (20).

4
Dr. Furlan
Foto: Reprodução

Dr. Furlan foi eleito, neste domingo (20), prefeito de Macapá (AP) para os próximos quatro anos. Com 100% das urnas apuradas às 18h25, segundo dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), o candidato do Cidadania tinha 55,67% dos votos (101.091 votos, ao todo). Desde o início da apuração ele se manteve como o 1º colocado.

O eleito derrotou Josiel (DEM), que ficou em segundo lugar com 44,33% (80.499 votos). Foi um resultado de virada, já que no 1º turno, realizado no dia 6 de dezembro, ele havia sido o mais votado. O candidato do DEM é irmão do atual presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre, que é senador pelo Amapá.

Após quase 1 hora e meia de apuração, o TSE contabilizou que 193.210 eleitores (66,01%) compareceram às urnas. Destes, 3.884 (2,01%) votos foram em branco, e 7.736 (4%), nulo. A abstenção foi de 33,99% – o que representa que 99.508 eleitores não foram às seções eleitorais neste domingo (no 1º turno, o índice foi de 25,81%).

Foi a primeira vez que Dr. Furlan concorreu à prefeitura de Macapá. Ele é o único eleito do Cidadania, em 2020, para assumir a administração de uma capital brasileira.

Antônio Paulo de Oliveira Furlan tem 47 anos, é casado, tem superior completo e declara ao TSE a ocupação de médico. Ele tem um patrimônio declarado de R$ 2.305.027,62. A vice é Monica Penha, do MDB, que tem 39 anos.

Ele e a vice integram a coligação De Coração por Macapá, formada pelos partidos Cidadania, MDB e PMN. Dr. Furlan é deputado estadual pelo Amapá, desde 2010.

Comentários