Crivella deixa prisão domiciliar e vai ao enterro da mãe em MG

Eris Bezerra tinha 85 anos e morreu na segunda. Prefeito afastado do Rio está com escolta.

5
Crivella chegando no enterro da mãe
Foto: Vagner Tolendato

BRASIL – O prefeito afastado do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (Republicanos), acompanha presencialmente nesta quarta-feira (30) a cerimônia de velório da mãe Eris Bezerra Crivella. Escoltado, Crivella saiu de casa, na Península, na Barra da Tijuca, às 9h30, e chegou de carro ao Cemitério Municipal de Simão Pereira, na Zona da Mata mineira, por volta das 12h25. Ele não quis falar com a imprensa.

O presidente do Superior Tribunal de Justiça (STJ), ministro Humberto Martins, foi quem autorizou Crivella a acompanhar o velório e o sepultamento da mãe sob escolta policial e com tornozeleira eletrônica, já que cumpre medidas cautelares em prisão domiciliar.

Eris Bezerra Crivella faleceu na madrugada de segunda, aos 85 anos, no apartamento dela no Bairro Copacabana, na Zona Sul do Rio. A causa ainda não foi divulgada. Ela era viúva há 30 anos e Marcelo é filho único. Eris também deixa três netos e três bisnetos.

Ela também é irmã do bispo Edir Macedo, fundador da Igreja Universal do Reino de Deus. Durante o período da infância e adolescência dos dois, a família morou na cidade mineira de Simão Pereira, antes de se fixarem no Rio de Janeiro.

O corpo de Eris Bezerra Crivella chegou a Minas Gerais por volta das 9h30. Ainda não há previsão para o término do velório e outras informações do enterro.

Comentários