Empresas não têm mais como atender demanda por oxigênio no AM, diz governador

De acordo com Wilson Lima, o Estado está em tratativas com o Exército para comprar o produto em Guarulhos (SP).

2
Foto: Reprodução

MANAUS – Em vídeo divulgado na noite deste domingo (10), o governador do Amazonas Wilson Lima (PSC), informou que o Estado começa a ter dificuldades de oxigênio para atender a demanda dos hospitais que fazem atendimento de pacientes com Covid-19.

De acordo com o governador, as empresas que fornecem o produto informaram que não tem mais condições de fornecer oxigênio na quantidade que o Estado está necessitando.

E agora, nós começamos a lidar com mais uma situação dramática: as empresas que fornecem oxigênio para o Estado informaram que não tem mais condições de fornecer oxigênio na quantidade que o Estado está necessitando. Nós estamos entrando numa situação dramática, e se nada for feito, nos próximos dias nós ficaremos sem esse produto”, afirmou Lima.

Wilson Lima informou, no vídeo, que o Estado está mobilizando uma operação junto com o Exército brasileiro para trazer cilindros de oxigênio de Guarulhos (SP), estudando a montagem de usinas de pequeno porte de oxigênio e pedindo ajuda de outros estados para que indiquem empresas que possam fornecer o produto ao Amazonas.

Nós temos dinheiro em caixa, mas não conseguimos comprar o produto aqui na região”, disse.

No município de Iranduba, o oxigênio se tornou a principal preocupação da gestão do novo prefeito Augusto Ferraz, que tomou posse no dia 1° deste mês. Seis pessoas morreram neste domingo por falta do produto.

De acordo com o secretário chefe da Casa Civil de Iranduba, Gilberto de Deus, disse que o município conseguiu 100 cilindros de oxigênio com um empresário, mas o produto só deve abastecer o hospital da cidade por três dias.

Ainda de acordo com o secretário, antes de o município conseguir os cilindros, o produto começou a faltar. “Infelizmente, perdemos quatro pessoas pela manhã e duas à tarde, mas pelo menos conseguimos salvar 28 pessoas”, disse.

O governador apela para que a população não saia de casa se não for extremamente necessário, e evitem a contaminação pelo novo coronavírus.

É importante que cada um faça sua parte, e, pelo amor de Deus, só saia de casa se for urgente, se for imprescindível. Nós estamos numa guerra e só vamos conseguir vencer essa guerra se todos nós estivermos unidos”, destacou Wilson.

Assista ao vídeo:

Comentários

Comments are closed.