Bancada do Amazonas quer CPI no Senado para investigar colapso na saúde do Estado

A comissão pretende apurar as ações e omissões do Governo Federal diante da situação crítica da saúde em todo o Brasil e do Amazonas.

20
Foto: Reprodução

BRASIL – A bancada do Amazonas no Senado Federal assinou requerimento para a instauração de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) com objetivo de apurar as ações e omissões do Governo Federal no enfrentamento da pandemia da Covid-19 no Brasil e, em especial, no Amazonas com a ausência de oxigênio.

Os três senadores, Omar Aziz (PSD), Eduardo Braga (MDB) e Plínio Valério (PSDB) foram unânimes ao apoiar requerimento de autoria do senador Randolfe Rodrigues (Rede).

A CPI, se aprovada, será composta de 11 membros titulares e 7 membros suplentes, para, no prazo de 90 dias, com limite de despesas de R$ 90 mil, apurar as ações e omissões do Governo Federal diante da situação crítica da saúde em todo o Brasil e do Amazonas, que vive uma explosão de casos na segunda onda da doença no Estado.

Números 

O Amazonas viveu o ápice da falta de oxigênio em Manaus no dia 15 de janeiro com o desabastecimento em várias unidades de saúde da capital. Só após o caos instaurado na cidade o governo do Estado e Federal deram início a uma operação de guerra para abastecer as unidades de saúde. A principal empresa fornecedora do produto colapsou diante do número de infectados pela Covid-19.

O efeito cascata chegou aos municípios que sem estrutura especializada para casos mais graves começou a contabilizar mortos por falta de oxigênio.

Dados atualizados da Fundação de Vigilância em Saúde do Estado do Amazonas (FVS/AM), desta terça-feira (2), apontam foram diagnosticados 2.460 novos casos de Covid-19, totalizando 271.177 casos da doença. Ainda segundo o boletim, foram confirmados 148 óbitos por Covid.

Comentários

1 COMENTÁRIO

Comments are closed.