Prefeitura de Amaturá atrasa salário dos servidores no primeiro mês de mandato

41
Mun. Amaturá

Amazonas – Em Amaturá, cerca de 1.072 Km de distância da capital Manaus, os servidores públicos municipais tiveram seus salários atrasados no primeiro mês da nova gestão do Prefeito Zezinho Eufrasio (PROS).

Servidores relataram ao Portal Politizei que a Gestão anterior sempre efetuou os pagamentos rigorosamente até o 5° dia útil do mês seguinte mas, a nova gestão já iniciou o mandato falhando com os servidores.

Em sua página oficial nas redes sociais, a Prefeitura se manifestou sobre o ocorrido, através de nota, informou que o atraso foi ocasionado por problemas técnicos no software da folha de pagamento. Na mesma nota a prefeitura ainda informa que os salários seriam pagos no dia 10 de fevereiro de 2021, o que não aconteceu.

Veja a Nota:

Nota divulgada pela prefeitura de Amaturá sobre o atraso no pagamento dos servidores

A Redação do Politizei tentou contato com o atual secretário de Finanças no Munícipio Cleyton dos Santos, mas até o fechamento da matéria não teve êxito no contato.

No Final do mês de janeiro/21, o Município também foi destaque em alguns veículos de comunicação por conta de um secretário fura-fila, Em primeira mão, noticiamos a ação civil pública feita pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM), pedindo a justiça que obriga-se o Prefeito José Augusto Barrozo Eufrásio, a exonerar o secretário municipal de cultura, Paulo Barbosa, por furar a fila da vacinação contra a COVID-19, pois Paulo não pertencia aos grupos de risco.

Foto divulgada de Paulo Barbosa recebendo a vacina contra a COVID-19 em Amaturá

Além disso, o MP requereu que a Prefeitura publique, diariamente, em seu site oficial e/ou redes sociais, a relação das pessoas que já foram vacinadas, contendo nome completo, CPF, cargo e locais onde atua, o que não acontece.

Leia a matéria completa : Amaturá: MP pede exoneração de secretário fura-fila; Prefeito pode ser multado em até 20 Mil

Comentários