Arsam apresenta projeto ‘Gás Social’ aos moradores do Residencial Viver Melhor

    Na manhã desta terça-feira, 14, engenheiros da Agência Reguladora dos Serviços Públicos Concedidos do Amazonas (Arsam), apresentaram um projeto piloto criado para a implantação da rede de gás natural canalizado (GNC), que visa atender à população de baixa renda das duas etapas do Residencial Viver Melhor e de mais cinco conjuntos habitacionais de interesse social em seu entorno.

    Na ocasião, estavam presentes a equipe técnica da Arsam e representantes da comunidade, que discutiram sobre a viabilidade econômica do gás natural canalizado e fortaleceram a necessidade de se ter projetos sociais para as famílias do residencial, bem como o apresentado pela agência.

    Patrocinado

    De acordo com o chefe de Departamento de Recursos Energéticos da Arsam, José Sélvio Picanço, o projeto demostra economia para os futuros moradores beneficiados pela implantação do gás natural, pois, em estudos feitos pela Arsam, essa economia é em média de 42,50%, comparando ao Gás Liquefeito de Petróleo (GLP), o armazenado em botijas.

    Economia – Para a moradora Renata Silva, o gás natural canalizado será bem vindo e abraçado pela comunidade. “O gás que vai entrar na nossa comunidade irá beneficiar muitas famílias carentes, pois é gratificante usufruir de algo que realmente seja nosso, até por que eu, como proprietária de restaurante, sofro com o valor excessivo cobrado para o gás de botija e vejo o gás natural canalizado como uma esperança de economia” afirmou a moradora.

    O projeto derivará da rede de tronco implantada na avenida Torquato Tapajós, que alimenta a termelétrica nas rodovias BR-174 (Manaus-Boa Vista) e AM-010 (Manaus-Itacoatiara).

    *Com informações da SECOM

    Comentários

    Patrocinado

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Por favor digite seu comentário!
    Por favor, digite seu nome aqui