Crivella xinga Doria e depois pede desculpas por ‘excessos’

Chamado de 'vagabundo', Doria diz que prefeito 'encerra ciclo de forma melancólica'.

O prefeito do Rio, Marcelo Crivella (Republicanos), e candidato à reeleição, xingou o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), de “vagabundo” e “veado” durante uma reunião do partido, na noite de quarta-feira (18), com filiados que disputaram a eleição para vereador.

O encontro aconteceu na Barra da Tijuca, Zona Oeste do Rio. Alguns dos presentes na reunião estavam aglomerados e sem máscara.

Em um vídeo publicado em rede social, o atual prefeito da cidade diz: “Sabe de quem é essa OS [organização social]? Essa é de São Paulo, é do Doria, veado, vagabundo”. A gravação foi divulgada em uma conta pertencente a Sandro Avelar, presidente da escola de samba Império Serrano e apoiador do candidato Eduardo Paes (DEM), que disputa o segundo turno com Crivella.

O prefeito se referia às organizações sociais do Rio que atuam na área da Saúde, dizendo que o dinheiro recebido para pagar funcionários foi usado para quitar compromissos com os fornecedores. Algumas OSs que atuam no Rio têm sede em São Paulo.

Em nota enviada na manhã desta quinta (19), o candidato à reeleição pediu desculpas ao governador.

A fala foi um momento de revolta pela OS reter o salário de médicos e enfermeiros mesmo tendo recebido da prefeitura. Em tempos de pandemia isso pode custar vidas. Marcelo Crivella pede desculpas pelos excessos, e ao governador João Doria“, diz a nota.

Comentários