fbpx
26.3 C
Manaus
InícioBrasilReviravolta no Caso Marielle:Ronnie Lessa, ex-PM Acusado de Assassinato da Vereadora Delata...

Reviravolta no Caso Marielle:Ronnie Lessa, ex-PM Acusado de Assassinato da Vereadora Delata Possível Mandante

BRASIL– Uma reviravolta no caso Marielle Franco e Anderson Gomes ganha destaque com a divulgação de informações por Ronnie Lessa, ex-PM acusado de cometer os assassinatos. Segundo a reportagem do Intercept Brasil, Lessa, que está preso desde março de 2019, delatou Domingos Brazão como um dos mandantes do atentado que chocou o Rio de Janeiro em 14 de março de 2018.

O acordo de delação feito por Lessa com a Polícia Federal aguarda homologação pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), uma vez que Brazão, conselheiro do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, possui foro privilegiado. O ex-PM é acusado de ser o executor dos assassinatos de Marielle Franco e Anderson Gomes.

Procurado para comentar as revelações, o advogado Márcio Palma, representante de Domingos Brazão, afirmou que não tinha conhecimento dessa informação. Além disso, destacou que todas as informações que possui sobre o caso são obtidas pela imprensa, uma vez que teve o acesso aos autos negado com a justificativa de que Brazão não era investigado.

Em entrevistas anteriores, Domingos Brazão sempre negou qualquer participação nos crimes. A revelação feita por Ronnie Lessa promete adicionar mais complexidade às investigações em curso, levantando a questão central: #QuemMandouMatarMarielle?

Quem é Domingos Brazão

Domingos Brazão, de 58 anos, figura como líder de um influente grupo político na zona oeste do Rio de Janeiro, região associada às milícias cariocas. Ex-deputado estadual é apoiador da esquerda, teve uma trajetória política marcada por cinco mandatos consecutivos, porém, envolta em polêmicas e suspeitas de corrupção, foi afastado e subsequentemente rejeitado nas urnas.

Comentários

- Advertisment -

LEIA MAIS