David Almeida anuncia mais cinco secretários para Prefeitura de Manaus

O prefeito confirmou nomes que já vinham sendo cotados para compor a equipe que inicia a gestão da prefeitura no mandato de 2021 a 2024.

2
Foto: Alisson Oliveira

MANAUS – O novo prefeito eleito David Almeida (Avante), em coletiva de imprensa na manhã desta quinta-feira (17), anunciou mais cinco nomes que farão parte do secretariado da Prefeitura de Manaus.

Dessa maneira, ele confirmou figuras que já vinham sendo especuladas para compor a equipe que inicia a gestão da prefeitura no mandato de 2021 a 2024.

Por exemplo, o advogado Tadeu de Souza para chefe da Casa Civil. Além disso, o jornalista Emerson Quaresma para a pasta da Secretaria de Comunicação (Semcom).

De acordo com o prefeito, a ex-secretária de vários governadores Regina Fernandes vai compor o time. No entanto, seu nome ainda não foi anunciado, mas Almeida já antecipou que ela vai escolher onde pretende atuar.

Confira os nomes

  • Casa Civil – Tadeu de Souza Silva (Advogado, procurador do estado);
  • Secretaria de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal (Semacc) – Renato Frota Magalhães (secretário estadual do Avante e ex- permissionário de feira);
  • Secretaria de Limpeza Pública (Semulsp) – Sabá Reis (ex-deputado estadual e ex-secretário do Governo do Estado);
  • Secretaria de Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) – Radyr Oliveira Júnior (ex-secretário-adjunto da Casa Civil e ex-secretário de Projetos Especiais do Governo do Estado);
  • Secretaria de Comunicação (Semcom) – Emerson Quaresma (jornalista);
  • Secretaria de Finanças, Planejamento e Tecnologia da Informação (Semef) – Luiz Gonzaga (auditor fiscal de tributos estaduais da Sefaz, do Governo do Estado);
  • Secretaria de Infraestrutura (Seminf) – Marcos Rotta (vice-prefeito reeleito);

Segundo o prefeito eleito, a nomeação ocorre somente em janeiro do próximo ano. “Não foi nomeado ninguém, nós estamos indicando, montando equipe”, disse. “Ninguém nos procure agora que nomeação é só a partir de janeiro”.

Comentários