Trump testa negativo para Covid-19, diz médico da Casa Branca

Presidente dos EUA retomou compromissos presenciais na campanha pela reeleição, após informações que está livre do vírus.

Trump

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, retomou nesta segunda-feira (12), com os comícios presenciais apóso médico da Casa Brana, dizer que ele teve testes negativos para o novo coronavírus. O republicano conduziu já na tarde de ontem um comício na Flórida, estado considerado essencial nas eleições presidenciais americanas.

Trump desembarcou na cidade de Sanford no fim da tarde para um evento com centenas de apoiadores nas proximidades do aeroporto onde o avião presidencial pousou. O governador Ron DeSantis, que é republicano, compareceu ao comício. Muitos dos participantes não usavam máscaras.

Aos apoiadores, Trump afirmou que se sentia “poderoso” após se recuperar da Covid-19 e afirmou que gostaria de “beijar cada um” dos presentes na plateia.

Eu beijaria os caras e as mulheres bonitas“, disse.

Nota

O médico de Trump, Sean Conley, disse em comunicado que o presidente apresentou teste negativo para a Covid-19, em dois dias consecutivos e que não transmite mais a Covid-19. A nota não esclarece quando esses exames foram feitos.

Segundo o comunicado médico, “tudo indica falta de replicação viral detectável” no republicano, que “não é infeccioso aos outros“.Apesar dos recentes testes negativos informados pelo médico de Trump, ainda não há consenso entre cientistas sobre o grau de imunidade à Covid-19 por quem contraiu a doença. Recentemente, os EUA confirmaram o primeiro caso de reinfecção pelo coronavírus.

Trump foi diagnosticado com Covid-19 no começo do mês e chegou a passar quase quatro dias internado em um hospital como “medida de precaução“. Além dele, outras dezenas de políticos aliados e funcionários da Casa Branca contraíram o coronavírus — o que aumentou a suspeita de que o evento de nomeação da juíza Amy Coney Barret tenha funcionado como “superespalhador” do vírus.

Comentários