fbpx
28.3 C
Manaus
sábado, 12 junho, 2021
Patrocinado
InícioAmazonasLei do gás é sancionada no Amazonas e beneficiará todas as classes...

Lei do gás é sancionada no Amazonas e beneficiará todas as classes econômicas

Ação vai gerar diminuição do valor da comercialização do gás natural.

AMAZONAS – O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC),  sancionou nesta quarta-feira (17), ao lado de parlamentares e figuras importantes da política amazonense, a lei que revoga o marco regulatório atual do Gás (Lei nº 3.939/2013 e os Decretos nº 30.776/2010 e nº 31.398/2011) para o serviço de distribuição e comercialização de gás natural no estado.

Essa ação vai gerar diminuição do valor da comercialização do gás natural, a partir da modernização das regras que orientam e integram os elos de sua cadeia de produção, distribuição e comercialização.

“Nós temos aqui a maior reserva de terra em gás do Brasil e possibilidade de exploração de gás em 19 municípios do Amazonas. O gás é também um recurso mais barato do que o combustível fóssil e gera menos impactos ao meio ambiente”, salientou Lima.

A nova lei cria o Programa Estadual de Reestruturação e Ampliação da Distribuição do Gás Canalizado no Estado do Amazonas (PRADG), com objetivos principais de universalizar a prestação dos serviços de gás canalizado, reduzir desigualdades econômicas e sociais, e ampliar as oportunidades de contratação de mão de obra e prestação de serviços no estado.

“Essa lei vai atender a todas as classes econômicas, sobretudo na questão do que querem utilizar o gás como combustível para veículos como uma alternativa ao encarecimento da gasolinas, do álcool e diesel”, ressaltou o Governador.

Outro lado

O deputado Josué Neto (Patriota), ex-presidente e atual primeiro vice-presidente da Assembleia Legislativa (Aleam), disse ao governador Wilson Lima, que gostaria de “abrir o seu coração”.

Esta é a primeira vez que ele aparece ao lado do governador depois de passar todo o ano de 2020 fazendo manobras para cassar seu mandato em um pedido de impeachment.

Convidado por Lima para o ato da sanção da lei que cria novo marco regulatório do gás natural produzido no Amazonas, Josué Neto disse que era o destino que o tinha colocado ali.

Uma das condições de nós humanos, governador, são as nossas falhas, nossos defeitos. Isso talvez seja muito importante para o nosso crescimento. Talvez o principal [defeito] seja escolher um caminho que talvez não seja o que o destino queria para nós. Eu me incluo nisso disse Josué.

Conforme se expressou, o momento é apropriado para um “mea culpa”. Josué Neto estava diante dos deputados da base aliada do governador na ALE-AM.

“Algumas vezes nós, políticos, somos acometidos por visão deturpada de querer ser protagonista de determinado tema, bandeira. Isso às vezes se choca com o espírito público. O que nos move é o espirito público e não nossas vaidades” continuou.

Olhando para WilsonLima, Josué Neto disse:

“Temos de respeitar o destino […] Tudo aconteceu na hora certa, governador”. “Governador, vossa excelência tem o meu respeito”. Finalizou, o deputado.

Comentários

- Advertisment -

Mais Lidas

Comentários

Fique sempre bem informado

Fique sempre bem informado

Receba notícias exclusivas diretamente em seu E-mail.

 
 
 
 
 

Sua inscrição foi realizada com sucesso

×

Olá!

Fale agora mesmo com nosso atendimento.

× Como posso te ajudar?