fbpx
29.3 C
Manaus
InícioAmazonasProjeto de Joana Darc Propõe Inclusão da Educação Climática no ensino das...

Projeto de Joana Darc Propõe Inclusão da Educação Climática no ensino das Escolas Públicas do Amazonas

Temas como Aquecimento Global, Sustentabilidade e Biodiversidade Serão Integrados ao Programa de Ensino

AMAZONAS– A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) está analisando o Projeto de Lei (PL) nº 1.313/2023, proposto pela deputada Joana Darc (União Brasil), que visa incluir a Educação Climática no programa de ensino das escolas públicas do estado. A proposta sugere abordar a temática de forma transversal multidisciplinar, integrando-a às diversas disciplinas da grade curricular.

A Educação Climática proposta pelo PL busca proporcionar aos alunos a construção de valores sociais, conhecimentos, atitudes, habilidades e competências relacionados às ações de prevenção, mitigação, adaptação e resiliência diante das mudanças climáticas. A deputada Joana Darc destaca a relevância de incluir esse tema, especialmente após eventos climáticos significativos no Amazonas e no mundo.

“Tivemos uma seca histórica em 2023, e as possíveis causas precisam ser debatidas dentro de sala de aula. A estiagem ocorre anualmente em nosso estado, mas as últimas foram fortemente influenciadas pelas crises climáticas globais. A Educação Climática seria uma solução para ensinar as próximas gerações a lidar e amenizar esse problema”, ressaltou a parlamentar.

Deputada Joana Darc (UB) na Tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas

O desenvolvimento da Educação Climática abrangerá temas como aquecimento global, geopolítica e clima, mudanças do clima, fauna e flora locais, sustentabilidade, biodiversidade e alterações ambientais, entre outros, conforme descrito no texto da propositura.

Caso aprovada na Aleam e sancionada pelo Governo do Amazonas, a integridade da biosfera, poluição, impactos no clima, história dos movimentos climáticos, ambientalismo e práticas sustentáveis também serão incorporados à grade curricular das escolas.

Joana Darc destaca a importância da capacitação dos profissionais de educação para garantir um processo de ensino-aprendizagem alinhado aos temas contemporâneos e urgentes. A proposta ainda prevê a realização de palestras e atividades externas, permitindo que escolas recebam especialistas e promovam experiências de campo para proporcionar maior contato com o meio ambiente.

A propositura destaca ainda a possibilidade de as unidades de ensino incluírem atividades internas, como a manutenção de hortas escolares com princípios agroflorestais, cisternas para captar água da chuva, composteiras e a gestão eficiente dos resíduos sólidos.

Comentários

- Advertisment -

LEIA MAIS