fbpx
28.3 C
Manaus
domingo, 13 junho, 2021
Patrocinado
Acessibilidade (Ouça a matéria completa)
InícioBrasilComissão aprova diagnóstico com validade indeterminada para casos de transtorno do espectro...

Comissão aprova diagnóstico com validade indeterminada para casos de transtorno do espectro autista

Exigência de laudo recente contraria o bom-senso, diz relatora

Acessibilidade (Ouça a matéria completa)

A Comissão dos Direitos das Pessoas com Deficiência da Câmara dos Deputados aprovou na terça-feira (4) o Projeto de Lei 4065/20, pelo qual os laudos e os atestados médicos com o diagnóstico de transtorno do espectro autista terão validade por prazo indeterminado.

A proposta foi aprovada na forma do substitutivo apresentado pela relatora, deputada Rejane Dias (PT-PI), ao considerar o texto original e três apensados. A regra será inserida na Lei Berenice Piana, que instituiu a Política Nacional de Proteção dos Direitos da Pessoa com Transtorno do Espectro Autista.

“Apesar dos direitos e garantias previstos em lei, a sua concretização ainda é dificultada em razão de exigências burocráticas que contrariam o bom-senso, como, por exemplo, a necessidade de renovação de atestado e de relatórios médicos sobre uma condição que não tem cura”, anotou Rejane Dias.

Essa foi a mesma argumentação do deputado Da Vitoria (Cidadania-ES) no texto original do Projeto de Lei 4065/20. “Empresas e órgãos públicos solicitam laudo atual toda vez que são procurados”, criticou. “Para a população de baixa renda, a espera média por consulta, perícia e laudo pode chegar a dois ou mesmo três anos.”

Tramitação
O projeto tramita em caráter conclusivo e ainda será analisado pelas comissões de Seguridade Social e Família; e de Constituição e Justiça e de Cidadania.

Saiba mais sobre a tramitação de projetos de lei

Comentários

- Advertisment -

Mais Lidas

Comentários

Fique sempre bem informado

Fique sempre bem informado

Receba notícias exclusivas diretamente em seu E-mail.

 
 
 
 
 

Sua inscrição foi realizada com sucesso

×

Olá!

Fale agora mesmo com nosso atendimento.

× Como posso te ajudar?